Jogos

5 jogos para ajudar crianças tímidas a perderem o constrangimento

5 jogos para ajudar crianças tímidas a perderem o constrangimento


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Muitos pais estão muito preocupados com a timidez de seus filhos. Eles se esforçam para fazer estranhos cumprimentarem, forçá-los a estar com outras crianças ... Mas a melhor maneira de ajude crianças tímidas a superar ou perder a vergonha É propondo diversos jogos ou recursos muito simples como os que propomos a seguir.

- 'Mãe, saia do quarto que eu tenho vergonha de despir na sua frente ...'

- 'Pai, você pode ir; Tenho vergonha de pedir sorvete à senhora ... '

- 'Tenho vergonha de ir com meu irmão porque ele se joga no chão quando está bravo ...'

- Não quero ir, tenho vergonha, não conheço ninguém ... '

- 'Fecha a porta, mãe, tenho vergonha da minha irmã me ver tomar banho ...'

- 'E esta criança, ele não fala?', 'Tenho vergonha ...'

É possível que, em mais de uma ocasião, seu filho ou filha verbalizou qualquer uma dessas expressões para você. Também é possível que em outros momentos, as amostras de vergonha não fossem verbais, mas fosse seu próprio corpo, geralmente indiscreto, que a mostrava sem palavras e sem controle.

Ruborizando, olhando para baixo, fugindo, ficando sem palavras, etc. são amostras que, na realidade, estão nos dizendo: mamãe / papai tenho vergonha ...

Lembre-se de que criança tímida é aquela que mostra sua timidez em uma situação específica e em um determinado momento. Porém, uma criança com vergonha é aquela que enfrenta qualquer situação fora de sua zona de conforto e isso supõe um esforço ou dificuldade para ele se relacionar com os adultos ou com seus pares.

Vamos lembrar também que timidez não é problema nem doençaAo contrário, é um mecanismo de defesa contra o desconhecido. Se ensinarmos a lidar com a timidez estaremos avançando para que a vergonha não ocorra.

E o que os pais fazem quando se deparam com um filho tímido ou envergonhado? Longe de ajudá-lo a superar o momento, ele costuma sair com algumas dessas expressões que, na verdade, não o ajudam muito.

- E essa criança, que era tão constrangedora?

- Fala ou é que o gato comeu sua língua?

- Não se esconda atrás de mim, a vida vai te ensinar a não ter vergonha ...

- Continue assim e vamos para casa.

- Ele vai superar isso.

- Estou farto ou farto de tanta bobagem ...

E é isso, pais nem sempre sabemos como lidar com esse problema como ele bem merece. Em primeiro lugar, vamos tentar praticar a empatia com nosso filho ou filha e com sua vergonha (certamente você já sentiu isso em algum momento) e, em segundo lugar, por favor, não force.

Conforme indicado no estudo 'Children's Social Development, A Checklist' (por McClellan e Katz para ERIC Digest), existem evidências que mostram que forçar crianças tímidas a ter relacionamentos sociais é contraproducente, pois as faz sentir desconfortável. Com o tempo, você deixará de aproveitar coisas tão boas quanto uma festa com amigos ou um passeio em família, por isso é melhor não se forçar. Além disso, quando forçamos, estamos forçando a criança a fazer algo para o qual ela ainda não está pronta e para a qual ainda não possui as estratégias adequadas para ter sucesso.

Aqui estão 5 recursos para ajudá-lo a brincar com seu filho ou filha enquanto você o ensina a superar ou perder a vergonha:

1. O animal da vergonha
Durante uma conversa cúmplice, em local adequado e quando o humor deles for ideal (é o que os pais sabem quando é), manteremos o seguinte diálogo:

- Se a sua vergonha fosse um animal, o que seria?

- O que a vergonha faz por você? (Eu poderia dizer, me proteja, me dê segurança ...)

- E se eu quisesse me aproximar daquele animal, como faria?

- O que devemos fazer para que, em vez de ser protegido pela vergonha, você possa se proteger? Como posso ajudá-lo a conseguir isso? (Talvez seja necessário ajudá-lo a transformá-lo em outro animal com qualidades mais fortes).

2. Vergonha
Pegamos papel e lápis, e vamos desenhar a vergonha. Qual seria a sua aparência? Peça à criança que pinte como ela o imagina. Posteriormente, adicionaremos objetos como um bigode engraçado ou uma capa de superpoderes ou uma exclamação com uma frase motivadora.

3. Uma âncora contra a vergonha
Vamos fazer uma âncora. Deixe a criança confortável e com os olhos fechados para que ela possa entrar em uma situação o mais rápido possível, mesmo deitada, diga-lhe para trazer à mente uma situação na qual se sinta segura e sem vergonha. Dê-lhe algum tempo para pensar sobre isso ...

[Leia +: Dicas para iniciar as crianças na meditação]

Quando ele disser que já o tem, diga-lhe para o descrever. Você pode perguntar: O que você vê? Com quem estás? Você pode descrever o lugar? Do que você esta falando? Descreva a situação e descreva como você se sente ...

Quando você estiver nesse estado de tranquilidade, confiança e segurança, pedimos que ancore. Ou seja: feche o punho com o polegar para dentro e aperte por alguns segundos. O que o que estamos tentando é que a criança ancore esse estado naquele ponto de seu corpo, para que quando se sentir envergonhado feche o punho com o polegar para dentro, ou seja, acionará sua âncora e se estiver bem ancorado, o estado de segurança e sem vergonha, ele irá até ele. Se ele não estiver bem ancorado, faça com que repita a situação ou estado de segurança, quantas vezes for necessário, até que esteja ancorado.

4. Lemos uma história ou um poema sobre a vergonha
Conte-lhe uma história, onde há um protagonista com vergonha e mostre como o protagonista supera sua vergonha. Por exemplo, 'O urso infeliz' ou 'pesadelo de Teo'.

5. A visualização é uma técnica muito eficaz
Sente-se em um local tranquilo e, com os olhos fechados, visualize e proponha à criança uma situação hipotética de vergonha para o pequeno. Converse e treine como seria sair dessa situação com elegância. Repita tantas visualizações quantas as situações lhe mostrarem e, assim, da próxima vez que ocorrer sua vergonha, você saberá como administrá-la.

O caminho das emoções precisa ser treinado para que nossos filhos aprendam a gerenciá-las. Com esses exercícios simples, estaremos capacitando nossos filhos a lidar com seu humor em certas ocasiões e, claro, com os obstáculos que podem enfrentar. Além disso, para dizer-lhes novamente como pais: 'Estou aqui para o que precisam!'

Você pode ler mais artigos semelhantes a 5 jogos para ajudar crianças tímidas a perderem o constrangimento, na categoria Jogos no Site.


Vídeo: Como lidar com crianças tímidas (Setembro 2022).


Comentários:

  1. Jorim

    não! VOCÊ SÓ PODE CONHECER O PENSAMENTO POSITIVO!

  2. Aurik

    Na minha opinião, você está errado. Vamos discutir isso. Envie -me um email para PM, vamos conversar.

  3. Caoimhghin

    Partilho plenamente o ponto de vista dela. Eu acho que isso é uma boa idéia.

  4. Gokinos

    Na minha opinião, ele está errado. Proponho discuti-lo. Escreva-me em PM, fale.

  5. Jaynie

    Que palavras...



Escreve uma mensagem