Recém-nascido

10 coisas que você nunca deve fazer para um bebê

10 coisas que você nunca deve fazer para um bebê


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Antes de se basear no que as avós falam sobre a criação de filhos, é importante que você conheça os novos coelhos que psicólogos e pediatras oferecem sobre a criação de bebês. E é que, talvez por ignorância, cansaço ou falsas crenças, os pais cometem alguns erros em cuidar e criar o bebê.

Então você pode evitá-los, em Guiainfantil.com nós te contamos quais coisas Você NUNCA deve fazer com um bebê e assim evitá-lo, colocando-o em perigo e sofrendo desnecessariamente.

1. Agite
Por mais que você se sinta frustrado se o bebê não parar de chorar, você nunca deve sacudi-lo, pois o dano pode ser irreversível. Tremer pode fazer com que o cérebro frágil do bebê se mova para frente e para trás no crânio e sofra hematomas e até mesmo sangramento, resultando em dano cerebral permanente ou até mesmo morte.

2. Não o carregue nos braços
Um conselho comum das avós às mães era não criar bebês nos braços para que não se acostumassem e, assim, tivessem mais liberdade. No entanto, a prática de educar os filhos está voltando a ser retribuída por oferecer, principalmente ao recém-nascido, segurança e confiança. Entre 0 e 18 meses, o bebê precisa de carinho e o contato corpo a corpo é fundamental para estabelecer o vínculo.

3. Bater no bebê
Todos os psicólogos são unânimes nessa ideia, mas para ensinar o bebê não é preciso dar um tapa na nádega ou na mão. Basta olhar nos olhos dele e falar com uma voz muito firme. O castigo físico só vai transformar o bebê em uma criança mais agressiva e com baixa autoestima.

4. Não remova os gases
É fundamental que após cada mamada o bebê expulse os gases, é importante que investimos o tempo necessário para que o bebê arrote e não acumule ar. Se não insistirmos, você vai ter mais cólica gasosa, vai ter dificuldade para descansar e pode até acordar por causa do desconforto.

5. Sobretudo
Às vezes os pais tendem a cobrir o bebê, nós o colocamos com muitas camadas de roupas e também o enrolamos em cobertores. A única coisa que a gente consegue é a sudorese excessiva e o bebê pode ficar frio, pois o suor não evapora com tanta roupa e fica molhado.

É verdade que os bebês não regulam bem a temperatura e não se mexem por isso pioram no calor, mas basta usar a roupa certa para a temperatura do ano e não exagerar no casaco.

6. Deixe-o chorar
Sempre fomos informados que deveríamos deixar o bebê chorar para que ele pudesse aprender a lição, porém, se fizermos isso com bebês entre 0 e 3 anos, pode prejudicar o desenvolvimento emocional deles. Iremos gerar altas doses de estresse no bebê e ele tenderá a ser uma criança desconfiada, com baixa autoestima e problemas para controlar suas emoções.

7. Dormir o bebê em seus braços
Os hábitos de sono são aprendidos desde o início e os especialistas nos dizem que, embora possamos tranquilizar o bebê em nossos braços antes de deixá-lo no berço, não devemos dormir assim, pois desde o início ele deve aprender a faça isso você mesmo. Em todo caso, é importante que a ajudemos a fazê-lo cantando uma canção de ninar, dizendo algumas palavras de amor e vindo sempre que ela chora.

8. Deixe-o sozinho no trocador ou na cama
Não confie que ele é pequeno e não pode se mover, os bebês podem girar sobre si mesmos, então é bem possível que se você deixá-lo apenas para cuidar de outra coisa, ele possa se mover e cair.

9. Deixe-o sozinho no carro
Mesmo que seja para um pequeno recado, no verão a temperatura do carro pode chegar a 60 graus, e mesmo no inverno, se você estiver muito quente, pode causar uma insolação.

10. Deixe-o dormir de bruços
A postura mais adequada para o bebê no berço é de cara para cima, é a mais indicada, segundo os especialistas, para prevenir a morte súbita.

Desde que nascem, as crianças evoluem dia após dia. Estas são algumas das coisas que seu bebê pode fazer dependendo dos meses de vida:

- Bebês de 0 a 4 meses
Nesse estágio, os bebês geralmente comem e dormem a maior parte do tempo. Aos 2 meses, muitos já podem levantar a cabeça e até movê-la de um lado para o outro. E embora a princípio veja apenas preto e branco, o bebê seguirá os objetos e o rosto dos pais com os olhos.

Além disso, o bebê apresentará movimentos reflexos involuntários e tentará sugar qualquer coisa que chegue perto de sua boca, como chupeta, mãos ou pés. Eles também podem estender e apertar os dedos quando assustados.

- Bebês de 4 a 6 meses
Os bebês nessa fase costumam balbuciar e sorrir muito. O bebê já reconhece seus pais ou quem cuida dele, já vai conseguir segurar um brinquedinho e vai querer se virar. Nessa idade, o bebê conhece as cores, sua cabeça já está bem mais equilibrada e ele vira a cabeça ao ouvir barulhos.

- Bebês de 6 a 8 meses
A partir dos 6 meses, muitos bebês ficam sentados sem apoio e começam a se alimentar de alimentos sólidos. Além disso, eles alcançam as coisas ou começam a acenar adeus com as mãos. Os bebês nesta fase também entendem o que seus pais ou cuidadores querem dizer com 'sim' ou 'não'.

- Bebês de 8 a 10 meses
O que é mais impressionante neste estágio é a tentativa do bebê de engatinhar. Em geral, muitos já podem dizer 'mamãe' ou 'papai' ou sílabas simples como pa, da, ba ... Eles já podem apontar coisas, pegar brinquedos, brincar com as mãos e começar a explorar tudo ao seu redor.

- Bebês de 10 a 12 meses
Nesta fase, os bebês já sabem muito sobre eles. Você começará a se comunicar, a dizer palavras simples e a reagir a estímulos externos com mais intensidade. Muitos bebês também conseguem dar os primeiros passos.

Vários estudos científicos revelam que canções de ninar ou canções de ninar são a ferramenta perfeita para acalmar e tranquilizar os bebês. Entre os muitos benefícios desse tipo de música para bebês estão:

  • Estimula o vínculo entre pais e bebês
  • Estimula o desenvolvimento da linguagem de bebês
  • Crie uma conexão cultural e de memória de sua própria infância
  • Estabiliza a respiração e a frequência cardíaca do bebê
  • Ajuda a desenvolver sua audição e concentração
  • Transmite um efeito calmante e seguro para o bebê

Você pode ler mais artigos semelhantes a 10 coisas que você nunca deve fazer para um bebê, na categoria Recém-nascido in loco.


Vídeo: TOP 9 COISAS QUE VOCÊ NUNCA DEVE FAZER NA MENSTRUAÇÃOO Pensador (Setembro 2022).