Sejam mães e pais

Ter um bom plano familiar, a chave para quarentena com crianças

Ter um bom plano familiar, a chave para quarentena com crianças


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Recebemos inúmeras mensagens pedindo ajuda ou recomendações sobre o que fazer nos dias de hoje, quando estamos confinados em casa com nossos filhos devido à crise do coronavírus. Infelizmente, é uma situação anômala, que nunca teríamos imaginado e, como nunca a passamos, não estamos preparados para enfrentar uma situação como esta. Porém, a chave para lidar com sucesso com esta quarentena com crianças é ter um bom plano familiar e fique com os hábitos. Vamos ver com mais detalhes.

Autoridades de todo o mundo recomendam (e em alguns casos obrigam) que fiquemos em casa atualmente. Em muitos países, até as aulas escolares foram canceladas. É por isso que neste momento temos que enfrentar, no melhor dos casos, alguns dias em casa com nossos filhos.

Isso significa que os pais têm que cuidar de suas folgas estudos, treinamento, lazer, e combater vários inimigos, como o tédio, e outra convivência muito importante por 24 horas. E a verdade é que não estamos preparados para resistir a uma coexistência 'full time'. O ser humano sempre vai precisar do seu espaço onde possa encontrar a calma, o seu lugar para se desenvolver, para a sua intimidade emocional, e nesta situação muito provavelmente iremos faltar esses momentos.

O melhor para este caso é faça um plano familiar ajudar todos os familiares a encontrar o nosso espaço, sem prejudicar ninguém, e partilhar momentos que nos tornam mais unidos.

A primeira coisa a fazer é explicar para nossos filhos. E aí vem a primeira pergunta: como posso explicar isso? Eles vão entender? Eu amenizo a situação? Estou falando muito dramático?

Nosso conselho é que o assunto é abordado com a maior normalidade e a maior honestidade. Devemos ter em mente que nossos filhos são pequenos ou 'baixinhos', como gostamos de dizer, mas são muito inteligentes e, como tal, se adaptam muito melhor às situações do que os adultos.

Nossa abordagem seria através de uma reunião de família. Neste encontro podemos aproveitar para explicar a situação sem drama, e também sem gerar grandes expectativas, uma vez que não sabemos como irá evoluir a crise de saúde que vivemos.

Por outro lado, nossa conversa deve ser pautada pela honestidade, ou seja, devemos contar aos nossos filhos a real situação. Vamos ter que passar muito tempo juntos e eles têm que estar cientes desse fato. É muito importante, como sempre dizemos, não mentir com crianças; a mentira nunca é geradora de consequências positivas e sempre tem pernas muito curtas. Diante disso, é importante que você seja honesto e calmo, principalmente para não transmita um alarme excessivo, e para que, se a situação mudar para pior, eles não possam culpá-lo de que você os traiu.

Após esta explicação, é melhor traçar um plano familiar entre todos os membros com diferentes pontos:

- Estabeleça um horário de trabalho para pais e filhos
O objetivo é respeitar ao máximo o horário escolar das crianças, nas disciplinas, recreios e atividades, e permitir que os pais fiscalizem as suas tarefas, ajudem nas dúvidas e possam teletrabalhar, para não perderem os seus realidade.

- Propor algum trabalho doméstico para todos
É importante atribuir a cada membro da família uma tarefa ou tarefa doméstica de acordo com seu estado de autonomia. Dessa forma, todos se sentem envolvidos e importantes na organização familiar. É bom trocá-los a cada dois ou três dias para que se responsabilizem por coisas novas, aprendam novas tarefas e não seja tão rotineiro.

- Pense em uma programação também de lazer
Terceiro, e muito importante, são as horas de lazer. É bom estabelecer um cronograma bem claro sobre a exposição em telas, televisão, consoles, videogames, celulares ... É positivo que todos possam jogar o que quiserem, mas agora o mais importante é recuperar os espaços de jogos familiares. Todo esse tempo que não temos no nosso dia-a-dia habitual e que agora nos resta, devemos aproveitá-lo para brincar com a família: jogos de tabuleiro, dançar, cantar, cozinhar, ler. Portanto, trata-se de ocupar o tempo livre de forma individual e familiar.

- Não se esqueça da atividade física e alimentação saudável
Por último, o exercício físico e a nutrição são importantes para todos. É muito importante que você e seus filhos mantenham uma alimentação saudável, além de programar pelo menos vinte minutos ou meia hora de exercícios físicos em casa.

Lembre-se acima de tudo que precisamos de muita paciência e muita inteligência emocional para suportar estes dias de confinamento. Lembremos que hoje em dia as crianças podem desenvolver diversos medos, como a síndrome da cabana, em que temem sair de casa e que, por isso, é fundamental acompanhá-las com amor e respeito.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Ter um bom plano familiar, a chave para quarentena com crianças, na categoria Ser mães e pais no local.


Vídeo: Existe guarda compartilhada em tempos de pandemia? (Janeiro 2023).