Valores

Crianças cuidadas pelos avós sofrem menos acidentes


Os pais nem sempre educam e os avós estragam, como diz um ditado popular. Os avós são, em muitos casos, o cuidado mais seguro que uma criança pode ter quando os pais trabalham fora de casa. Ter avós representa seguro contra acidentes para netos.

Poder conciliar trabalho e família é privilégio de poucos. Na maioria das vezes, as crianças que não têm avós com capacidade para cuidar deles acabam sendo encaminhadas para creches ou ficando com o primeiro cuidador que se enquadra nos critérios e no bolso dos pais. Um estudo recente realizado por pesquisadores da Escola de Saúde Pública John Hopkins Bloomberg concluiu que cuidar dos avós e dos netos pode reduzir pela metade o risco de acidentes com os pequenos.

O estudo é um dos primeiros a analisar a relação entre os cuidados com os avós e as taxas de lesões na infância. Foi feito levando em consideração o recente crescimento do número de avós cuidando de seus netos. Comparando o cuidado dos avós com o da mãe ou outro familiar, constatou-se que os avós oferecem menor risco de danos aos filhos. O estudo investigou dados obtidos de mães durante as visitas aos serviços de emergência pediátrica.

Além do cuidado infantil, o estudo também observou que as taxas de acidentes foram significativamente maiores em crianças de famílias monoparentais. Paralelamente a esses dados, as taxas de acidentes também foram maiores em crianças que moravam em casas onde o pai não residia, independentemente do nível econômico das famílias. A atenção e o carinho dos avós são, em todo o caso, indiscutíveis. Outra coisa é que nem todos os avós estão lá para cuidar dos netos. Enfim, acho que os avós que se prestam a esse trabalho merecem todo o respeito e toda a consideração que podem dar a eles, sem exagerar, é claro, seus favores não podem ser abusados.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Crianças cuidadas pelos avós sofrem menos acidentes, na categoria de Avós no local.


Vídeo: AVÓ DE PRIMEIRA VIAGEM - JUJU JUÇARA CARIOCA AUTOR TONINHO BONDADE (Pode 2021).