Valores

Posições de sucção e amamentação do bebê

Posições de sucção e amamentação do bebê


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O sucção de bebê é um processo aprendido dentro do útero, ou seja, quando o bebê nasce já sabe mamar. Por volta da 16ª semana de gravidez, o feto engole líquido amniótico e na 20ª semana o reflexo de sucção aparece; mas os dois reflexos não estão coordenados até a 32ª semana de gestação. E é justamente por isso que os bebês prematuros nascidos antes dessas semanas não conseguem se alimentar sozinhos.

Falamos em sucção correta, quando permite ao bebê mamar sem causar desconforto ou dor à mãe; Já a sucção é incorreta quando em consequência dela temos rachaduras nos mamilos, dores, pouco ganho de peso, irritabilidade ...

Também podemos falar sobre sucção nutritiva, que é aquele cujo propósito é alimentar o bebê; e uma sucção 'confortante', quando o bebê usa a mama como 'chupeta' para se acalmar ou se sentir seguro. Não devemos desprezar, nem tentar eliminar este último, pois é uma ótima oportunidade para a mãe acariciar seu filho, conversar com ele, cantar para ele ...

Nosso filho, como todos os bebês mamíferos, é capaz de chegar ao seio e iniciar a lactação sozinho, se assim o permitirmos. Viu-se que, quando se trata de pegar o bebê no mamilo e na mama, é melhor deixarmos surgir espontaneamente, sem usar técnicas. Podemos "dar-lhe uma mão", segurando o peito entre o polegar e o indicador, e deixá-lo encontrar e agarrar sozinho.

Esses sinais podem ajudar a mãe a identificar uma boa trava:

1. O queixo e o nariz do bebê estão próximos ao seio da mãe.
2. Os lábios do bebê são evertidos, principalmente o inferior, bem curvado para baixo.
3. A boca do bebê está bem aberta.
4. Há mais aréola acima da boca do bebê do que abaixo.

São muitas as posições, todas válidas e até recomendadas, pois combiná-las permite que todos os dutos sejam esvaziados corretamente, evitando o possível aparecimento de mastites. Para avaliar se a posição está correta, podemos ser orientados pelo seguinte:

1. A cabeça e o corpo do bebê estão em linha reta.
2. O rosto do bebê está voltado para a mama.
3. A mãe mantém o corpo do bebê próximo a ela.
4. Se o bebê é recém-nascido, a mãe o envolve em um abraço. Não o segura apenas pela cabeça e pelos ombros.

A princípio, a sucção é rápida e superficial, o que estimula o reflexo de ejeção do leite materno. Após cerca de um minuto, mude para sucções lentas e profundas, com pausas entre elas. O ritmo normal de sucção do recém-nascido são ciclos encadeados de 10 a 30 sucções, nos quais o bebê respira normalmente sem ter que interromper a sucção. O normal é que, se houver silêncio ambiental, você possa ouvi-lo engolir por alguns minutos a cada mamada, enquanto observa um amplo movimento da mandíbula.

Além disso, a mãe que está amamentando será capaz de ver que:

1. A língua do bebê está sob a aréola.
2. O movimento é observado no ponto de articulação da mandíbula.
3. As bochechas não caem, mas parecem redondas e cheias.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Posições de sucção e amamentação do bebê, na categoria Amamentação Presencial.


Vídeo: Amamentação e deglutição. (Dezembro 2022).