Valores

A galinha vermelha. Contos para crianças

A galinha vermelha. Contos para crianças


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Era uma vez uma galinha vermelha chamada Marcelina, que vivia em uma fazenda cercada de muitos animais. Era uma fazenda muito grande, no meio do campo.

Vacas e cavalos viviam no estábulo; os porcos tinham seu próprio chiqueiro. Havia até um lago com patos e um curral com muitas galinhas. Havia também uma família de fazendeiros na fazenda que cuidava de todos os animais. Um dia, a pequena galinha vermelha, cavando na terra da fazenda, encontrou um grão de trigo.

Ela pensou que se ela semeasse, cresceria e então ela poderia fazer pão para ela e todos os seus amigos.

-Quem vai me ajudar a semear o trigo ?, perguntou ele.

- Eu não, disse o pato.

- Eu não, disse o gato.

- Eu não, disse o cachorro.

- Muito bem, eu mesmo plantarei, disse a galininha.

E assim, Marcelina semeou sozinha o seu grão de trigo com muito cuidado. Ele abriu um pequeno buraco no chão e o tapou. Algum tempo se passou e, eventualmente, o trigo cresceu e amadureceu em uma bela planta.

-Quem vai me ajudar a colher o trigo ?, perguntou a pequena galinha vermelha.

- Eu não, disse o pato.

- Eu não, disse o gato.

- Eu não, disse o cachorro.

- Muito bem, se você não quiser me ajudar, eu mesmo colho, exclamou Marcelina.

E a galinha, com muito esforço, colheu o trigo sozinha. Ele teve que cortar todas as hastes, uma a uma, com o bico. Quando ela terminou, ela falou muito cansada para seus companheiros:

-Quem vai me ajudar a debulhar o trigo?

- Eu não, disse o pato.

- Eu não, disse o gato.

- Eu não, disse o cachorro.

- Tudo bem, vou debulhar.

Ela estava muito zangada com os outros animais, então ela começou a espancá-lo sozinha. Ele o moeu com paciência até conseguir separar o joio do grão. Quando ele terminou, ele perguntou novamente:

-Quem vai me ajudar a levar o trigo ao moinho para transformá-lo em farinha?

- Eu não, disse o pato.

- Eu não, disse o gato.

- Eu não, disse o cachorro.

- Muito bem, vou pegar e amassar sozinha, respondeu Marcelina.

E com a farinha ele fez um pão lindo e suculento. Quando terminou, perguntou muito calmamente:

- E agora, quem vai comer o pão? a pequena galinha vermelha perguntou novamente.

-Eu, eu! disse o pato.

-Eu, eu! disse o gato.

-Eu, eu! disse o cachorro.

"Bem, nenhum de vocês vai comer!" Marcelina atendeu. Eu mesmo comerei, com todos os meus filhos.

E foi o que ele fez. Ele ligou para seus pintinhos e compartilhou com eles.

FINALIZAR

Autor: Byron Barton. Escritor e ilustrador de livros infantis. Ele nasceu em Pawtuck, Rhode Island, e mora em Nova York, onde trabalha para a CBS

E se você ou um parente ou amigo escrever histórias infantis, certifique-se de enviá-las para: CONTE-NOS UMA HISTÓRIA!

Você pode ler mais artigos semelhantes a A galinha vermelha. Contos para crianças, na categoria Contos infantis no site.


Vídeo: Contos Assustadores Da Masha - A Excruciante História Da Avó E Seu Neto (Dezembro 2022).